Que tal trabalhar no Twitter?

Que tal trabalhar no Twitter?


Há alguns anos, empresas de renome como Google e Microsoft tornaram-se objetos de desejo de profissionais do mundo todo, sobretudo os da área de tecnologia. Desde 2007, o Twitter também entrou nesta lista. E, agora, você tem pelo menos uma nova chance para conquistar este objetivo.
A rede de mensagens de 140 caracteres, que já possui um brasileiro em sua equipe, abriu nesta semana 28 vagas em sua sede oficial, em San Francisco, Estados Unidos. Entre as áreas, destaque para engenharia, com vagas específicas em antispam, pesquisas e monetização. Também há postos nas carreiras de administração e desenvolvimento de negócios.
Para se candidatar, não há a necessidade de residir nos Estados Unidos. Basta selecionar a posição desejada na página de empregos do microblog e preencher um cadastro. Pessoas que possuem perfil na rede social Linkedin também podem indexar o link no formulário.
Abaixo, uma das fotos do novo escritório do Twitter, inaugurado no segundo semestre deste ano.
escritorio-twitter-2
Fotos: Twitteroffice Créditos: Veja on Line
Compartilhe

Nenhum comentário:

Postar um comentário

ATENÇÃO!

Diversos materiais postados aqui são de autoria desconhecida, divulgadas livremente em grupos de discussão ou em outros sites e no Google imagens. Mas, se você for proprietário de alguma arte e não queira ver publicado neste blog BASTA SOLICITAR A REMOÇÃO NOS COMENTÁRIOS, ou dizer que é de sua autoria que colocamos os créditos. E, por favor, seja educado pois, se está aqui foi porque foi encontrado em outro lugar na internet sem os créditos. Obrigada!

Various materials posted here are anonymous, disclosed freely in discussion groups or on other sites and Google images. But if you own some art and do not want to see published in this blog JUST ASK FOR REMOVAL IN COMMENTS, or say that it is of his own that put the credits. And please be polite as if here was because it was found elsewhere on the Internet without the credits. Thanks!

Designed By Blogger Templates